Há 17 anos: onde está o amor?

2020 marca o 17° aniversário – isso mesmo, DEZESSETE ANOS – do lançamento da música “Where is the love?” (trad.:Onde está o amor?”), do Black Eyed Peace, que tornou-se um hit, um hino e uma das músicas que eu mais gosto.

Esse é o primeiro single do terceiro disco do grupo e o primeiro que contou com a presença da Fergie e, na ocasião, também com a participação de Justin Timberlake no refrão.

Foi apenas por uma coincidência (se você acredita em coincidências) que eu não perdi a oportunidade de lembrar este aniversário. No dia 12 passado, celebramos o Dia dos Namorados aqui no Brasil, e queria encontrar alguma coisa com a temática do amor que cutucasse mais gente que apenas um casal.

Vivemos tempos difíceis, um ano que parece lembrar isso: mais que apenas um casal, mais que apenas uma família, mais que apenas um “eu”. Trata-se de um amplo e incalculável “nós” que poderá ser compreendido apenas quando a pergunta que a canção nos faz tiver uma resposta. Onde está o amor?

É incrível como a arte é capaz de expor aquilo que não está certo, nesse caso, a óbvia falta de amor quando se sai dos púlpitos (como esse que uso agora, por exemplo). Talvez por ter tal capacidade de desmascarar o óbvio, historicamente este ramo da sociedade recebe tantas críticas. Como eu disse antes, vivemos tempos difíceis.

A partir de agora, será muito difícil ouvir “Where is the love” sem pensar em George Floyd, uma vez que grande parte da música trata justamente do problema do racismo. Chego a pensar em Floyd como um marco histórico tão visível quanto foi o outro assassinato, o do Dr. Martin Luther King Jr (15/01/1929 – 04/04/1968). Embora tenham jornadas diferentes, caíram – ou melhor, foram derrubados – ao lutar pelos seus direitos civis fundamentais.

Dois homens que sonharam e, a partir deste sonho, trabalharam para que em sua sociedade pretos e brancos fossem um só povo. No fundo, o sonho de Luther King era o mesmo de Floyd e o mesmo de todos aqueles que se reúnem em marchas pelas grande cidades do planeta: encontrar e concretizar o amor. Na verdade, e o mesmo sonho da grande maioria dos viventes.

Continua, agora, a difícil missão de procurarmos bem e saber onde encontrar esse elemento tão precioso para responder à pergunta: onde está o amor?


Segue o link para a letra com tradução:

Letra com tradução

Abaixo, o clipe original (2010) e o da versão especial comemorando os vinte anos da banda (2016).


Imagem de destaque: Logan Weawer / Unsplash.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s